Trilhas Sonoras

Em "Minha família é assim" Documentário da TV Canção Nova, de Novembro de 2015 o desafio era tentar trazer a cor local através da música, ao mesmo tempo buscando uma universalidade que desse unidade ao conjunto. O documentário aborda a família brasileira, em sua diversidade regional, social e mesmo circunstancial, mas também em sua uniformidade afetiva.  Muitos momentos tinham forte intensidade  emocional, mas de alguma forma, sempre apontando para a esperança. Assim busquei desenvolver um "Tema da esperança" que vai tomando diferentes cores ao longo do video e unificando a diversidade aparente.  

O documentário foi especialmente produzido para o Encontro Mundial das Famílias, nos Estados Unidos (Setembro 2015) e para o Sínodo Ordinário para as Famílias em Roma  (Outubro de 2015) com o Papa Francisco. 

Direção de Graziele R. Lacquaneti

Nesse documentário "Mehinaku, message from Amazon" da Dialeto em parceria com a TV cultura, tive a oportunidade de desenvolver, juntamente com Wilson Sá Brito, e o indispensável apoio técnico de Maurício Grassman,  uma experiência muito especial. Logo que tive contato com o material original ficou claro para mim que era impressindível preservar ao máximo a sonoridade "real" da aldeia. Os Mehinaku fazem música o tempo todo, a tribo é música! Então era preciso produzir uma trilha sonora  utilizando áudios originais  dos índios Mehinaku, nosso papel seria apenas dar uma espécie de moldura harmônica. Essa "moldura" foi   desenvolvida  em sintetizador e os materiais originais, recortados e colados em "camadas", ficam envolvidos por ela.  Creio que isso era algo inédito até então. Foi um trabalho fascinante. O resultado sonoro foi surpreendente. O documentário recebeu o Prêmio Anaconda 2000.

"Teresinha" foi uma peça teatral do Grupo Tempo, com direção de Roberto Mallet. O desafio de compor  e produzir uma trilha para essa peça era de uma parte a atmosfera silenciosa do espetáculo, de outra o caráter sacro.  A peça conta a vida de Santa Teresa de Lisieux e foi concebida para ser encenada dentro de igrejas. Era uma tarefa delicada  e difícil.  Ocorre que a própria personagem cantarolava um certo canto gregoriano, o Sanctus, e foi exatamente nele que encontramos inspiração para o tema central da peça. Aqui vai um dos temas que compunha a trilha.

 "A saga dos Pomelo" , montagem teatral institucional dirigida por Roberto Mallet, para a Basf. Ano: 1998 era uma peça com tom dramático, realista que abordava a trajetória de uma família produtora de laranja do interior paulista. A idéia da trilha era emprestar um "tom cinematográfico" ao drama encenado.  Como havia todo um "ar de reminescência" ligado ao personagem mais velho, muitas vezes a trilha sugere passagens de "Summer 42", um clássico do cinema.  Aqui vão algumas passagens dessa trilha sonora.

HOMERO FEIJÓ