Gravações/ Produções 

Se você quer produzir seu CD, e precisa de alguém para conceitualizá-lo, arranjá-lo e produzi-lo, fale comigo! Podemos orçar todos os custos e desenvolver um projeto que caiba no seu bolso e se aproxime ao máximo do que você espera!
Coloquei aqui algumas  amostras de trabalhos que fiz, entre discos dos quais participei como baixista e/ou arranjador. Quando possível, coloquei os áudios.

Disco de Denise Assunção, "A maior bandeira brasileira" considerado pela critica especializada da época o melhor independente do ano (1990). Foi para mim uma experiência especial, nele pude trabalhar junto com Itamar Assumpção,  uma das maiores cabeças que nossa música já teve. A banda também era especial: Adriano Augusto/teclados, Selmo Reis/Guitarra, Marcus Vinícius/Bateria. Convidados: Bocato/trombone e Faria/trompete.
A digitalização não está das melhores mas dá pra ter uma idéia.

Você pode ouvi-lo inteiro  no link abaixo, é só deixar rolar.

 

CD de Uyara Cesar para o qual fiz os arranjos e a produção musical. Foi um trabalho interessante de desenvolver e arranjar .  Em muitos aspectos foi desafiador porque me exigia encontrar para as canções uma roupagem que  agradasse Uyara mais que a mim mesmo, e fosse tão atemporal quanto possível em gêneros nada atemporais, como bolero, balada, etc. Foi também interessante ver as linhas que eu tinha escrito se enriquecerem ao toque do violão de Camilo Carrara, do sax de Mané silveira, na bateria de Batista Zuppo, na percussão de  Caio Ignácio. Eder Sandolli faz o violão de aço da faixa 3. Os baixos, pianos e violas de 12 são meus.

Este LP, "Porto Alegre 83" foi a primeira  produção fonográfica de que participei. Como o próprio nome diz, é de 1983. Era uma coletânea que reunia vários compositores e interpretes porto-alegrenses. Participei da faixa, "Boca da noite" de Sá Brito.

Nesse disco "Música popular gaúcha" de 1984, da Som Livre, gravei com vários compositores e interpretes gaúchos expressivos da época: Zé Caradípia, Sá Brito, Suzana Maris e Mauro Kwitko. Foi uma experiência enriquecedora, pois pude tocar ao lado de  arranjadores e músicos excelentes como o batera Edinho Espindolla (Bixo da seda), Rudi Cesar Germano, piano, Chico Ferreti, tecladista e arranjador, e  muitos outros.

Nsse disco,  "Ar de afronta", de Sá Brito,   participei de vária faixas. Era um trabalho muito criativo, tinha-se que buscar soluções fora do convencional em canções  ricas e inspiradas. Foi um LP de que gostei muito de participar e de cujas canções ainda hoje gosto muito. Infelizmente minha cópia não permite mais uma boa digitalização...

HOMERO FEIJÓ